porto_header

Horas de folga no Porto

O que fazer de hoje, 8 de Março, até Domingo, 11, na Invicta?

Todas as semanas, a Rua de Baixo fornece um pequeno guia para os maiores eventos a decorrer cada fim-de-semana na Invicta.

Quinta-Feira

"Luzes no Crepúsculo"

“Luzes no Crepúsculo” de Aki Kaurismäki

Onde: Passos Manuel (Rua Passos Manuel, nº137)

Quando: 22:00

Quanto é: três euros e meio

O que é: Mais uma colaboração entre a Associação Milímetro e o Passos Manuel na divulgação do cinema de qualidade. “Luzes no Crepúsculo”, de 2006, é a terceira e última parte do ciclo que Kaurismäki dedicou à Finlândia. Recheado de toques de film noir, “Luzes no Crepúsculo” foi o candidato finlandês para os Óscares – candidatura que o realizador rejeitou, em protesto contra as políticas do então presidente George W. Bush. O filme será mostrado em película.

Sexta-Feira

Pega Monstro

Neon Club com Sun Glitters, Walls, Kimo Ameba e Pega Monstro

Onde: Plano B (Rua Cândido dos Reis, nº30)

Quando: 23:00, no papel ao menos

Quanto é: cinco euros

O que é: Glitch-Pop naquela onda triste-bonita-soturna-não-é-bem-Dubstep. Para reforçar o contingente de electrónica melancólica, estarão ainda presentes os londrinos Walls, que levam o selo de aprovação da editora Kompakt. Antes disso, uma experiência bem diferente: rockalhada lusitana com Kimo Ameba e Pega Monstro.

Um Sábado diferente e completo

São sete da manhã e os primeiros sobreviventes da noite de Sexta começam a chegar à mítica Feira da Vandoma na Alameda das Fontainhas. Uma instituição cultural portuense, este é o lugar ideal para comprar o single de Italo-Disco que falta na colecção, o boneco Teletubby que não tem tanta piada quando chegas a casa como quando decidiste comprar ou até um dildo usado (história verdadeira, um amigo meu viu).

Compras feitas, já passa da hora do pequeno-almoço, e por isso mesmo vale a pena apostar num brunch. Local perfeito para isto: o histórico Café Progresso (Rua Actor João Guedes, ao pé da Praça Carlos Alberto), que tem menus acessíveis com nomes evocativos como “amanhecer”, “despertar” e até “bom dia”.

Depois de algumas horas de sono, chega a altura de voltar à vida – e como é o primeiro Sábado do mês, é obrigatória a presença nas já tradicionais inaugurações simultâneas nas galerias da Rua Miguel Bombarda, que reúnem o público artsy e artsy-curious da Invicta. É conviver, observar as últimas novidades nas diferentes vertentes das artes visuais, e levar com performers de rua que são irritantes mas-pronto-é-a-cena-deles.

À noite, o que não falta é escolha. Um dos espaços mais recentes a abrir no paraíso dos copos que é a actual baixa portuense é o Auditório, espaço na Rua Cândido dos Reis que conta com a programação musical de Rui Trintaeum. Este Sábado, o espaço recebe Yen Sung, DJ emblemática duma cena que há lá em Lisboa que é o Lux, numa visita rara ao Porto. No Plano B, destaque para a festa de lançamento do Movimento Alternativo Rock como editora, com os concertos de Alucina, Nervo e Amor Lança Farpas. Há ainda a antevisão do disco de estreia de Pássaro. Pelas várias oportunidades que já tivemos de ver as bandas desta recém-lançada editora, há noite de bom rock tuga na certa. E tratem o pessoal do M.A.R. por marujos, que eles gostam.

E para acabar a noite em grande (ou para fazer tempo até à inevitável visita ao Tropical Burger ou ao lugar merdoso que lá apanha clientela porque são cinco da manhã), neste dia há a oportunidade de assistir ao encerramento da segunda edição da Red Bull Music Academy, festejada no Pitch (Rua Passos Manuel). No bar, o Maze dos Dealema vai servir de mestre de cerimónias num alinhamento que também inclui Capicua, Sair, Branches e o Funk dos Swingin’ Rabbits. No piso 1, os sons deep de Jorge Caiado farão companhia aos internacionais Plaid e James Pants (da Stones Throw). E no piso 2, rula a Lovers & Lollypops, com actuações de Amazonas, Ghunga Ghang e Throes & The Shine, bem como com um DJ set do soundystem da promotora.

Domingo

Jam Sessions do Breyner 85

Breyner 85

Onde: Rua do Breyner, 85

Quando: Na experiência pessoal deste escriba, meia-noite é boa ideia

Quanto é: três euros consumíveis

O que é: As mais famosas jam sessions regulares do Porto continuam a bombar, todos os Domingos no Breyner 85. Blues, Jazz e Rock psicadélico são as sonoridades mais comuns, mas nunca se sabe que rumo a noite irá tomar.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This