DEUS HARD CLUB

dEUS @ Hard Club Porto (25.04.2019)

Depois de Lisboa, também no Porto, os fiéis de todas as idades acorreram ao “templo” em grande número e dEUS mais uma vez não os desiludiu.

,

As filas e a espera para entrar não deixavam dúvidas que ia ser noite de casa cheia.

Eram 21 horas e o Hard Club já se encontrava com uma lotação digna de registo para receber a multi instrumentista belga, Trixie Whitley. Em estreia absoluta no Porto apresentou-se vestida totalmente de negro e foi “rodando” um sem número de instrumentos intercalados com algumas palavras em português e logo se percebeu que foi uma aposta ganha uma vez que a empatia com o público foi notória até ao fim. Por entre temas mais antigos destaque para as estreias em concerto dos temas lançados este ano «Fishing For Stars» e «Long Time Coming» que a julgar pela “avaliação” feita pelo público presente serão dois temas com sucesso garantido e quem sabe não foram a “chave” para “abrir portas” para futuros concertos em nome próprio em Portugal.

O “templo” entretanto foi enchendo e foi já perante uma sala totalmente esgotada e que trasbordava energia que pouco depois das 22horas os belgas dEUS subiram ao palco para uma “cerimónia” que iria ter dez momentos distintos.

Foi sob a liderança do apaixonado por Portugal Tom Barman, que Klaas Janzoons, Rudy Trouvé, Steff Kamil Carlens e Julle de Borgher apresentaram uma nova roupagem para as dez músicas do álbum de 1999 “The Ideal Crash”. Destaque para as músicas «Sister Dew», «Instant Street» e «Roses» que foram cantadas em uníssono por um público que tinha sido conquistado logo aos primeiros acordes e cujos sorrisos rasgados não permitiam esconder esse facto.

Ainda houve tempo para Barman fazer uma confissão ao público do Porto, dando a conhecer que estão a realizar um documentário sobre os 28 anos de carreira com enfoque nos fãs como responsáveis do sucesso da banda.

Nem sempre as reedições de temas de sucesso são bem aceites pelos fãs, mas neste caso não existem dúvidas que a mistura entre o passado e o presente foi uma aposta totalmente ganha pela banda.

Tão certo como esta digressão terminar em Atenas no dia 31 de maio será o regresso de dEUS a Portugal para muitos mais momentos de “partilha” com o público português.

Texto por José Graça e fotografia por Inês Graça.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This