Ian Wright @ Pitch Club

Club de Funk, dia 16 de Setembro

Desde há alguns meses que o dj Pedro Tenreiro organiza as noites Club de Funk no Porto, que agora se fixam no novíssimo Pitch Club, sendo o principal responsável por um crescente núcleo de aficionados por este estilo em terras nortenhas. Nas sessões anteriores já tinham por aqui passado  célebres como Keb Darge, Gerald, Fryer, Snowboy e James Trouble. Agora, a celebrar esta mudança dos Maus Hábitos para o Pitch Club, foi convidado para animar mais este Club de Funk um dos mais conceituados djs do género contemporâneos, Ian Wright – segundo reza a lenda o maior coleccionador de singles de 45 polegadas de funk do mundo!

Profundo conhecedor do estilo, que acompanha desde finais da década de 80, com explosão da cena acid jazz/rare grooove em Inglaterra, Wright foi responsável, conjuntamente com Keb Darge (que visitou o Porto há alguns meses atrás, numa edição anterior do Club de Funk) e Snowboy (que esteve no Lux, conjuntamente com Diplo e Buraka Som Sistema, escassos dias antes) conhecido pelas lendárias noites funk no Deep Funk Club, em Londres, por volta de 1995. Para além do seu trabalho como dj, é também autor de compilações célebres como “Sister Funk” (editada pela BBE) e produtor – tendo trabalhado com Kenny “Dope” Gonzalez dos Masters At Work.

Assim, e após o aquecimento do anfitrião Pedro Tenreiro, com um alinhamento bastante uptempo que pôs toda a gente a dançar, Ian Wright iniciou o seu set perto das duas e meia da manhã. Perante um Pitch Club completamente a “rebentar pelas costuras”, tivemos oportunidade de ouvir uma série de temas clássicos, por entre raridades exclusivas. Bastante comunicativo, Wright dirigiu-se algumas vezes ao público, utilizando um microfone para apelar à festa e introduzir, num estilo pedagógico, algumas das relíquias com que ia presenteando os presentes. Destaque para alguns dos temas a incluir no segundo volume de “Sister Funk”, a editar brevemente. Um clássico!



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This