Puget Sound

Um novo conceito que surge quando três projectos se juntam em concerto.

Da já nossa conhecida Bor-Land, em parceria com a Essay Collective, chega-nos o conceito Puget Sound, nome dado à união de três projectos musicais composto por “Electric Marbles”, “The Boy With the Broken Leg” e “Daily Misconceptions”, colectivo que existe somente em concerto. Ao vivo, conta com a presença de Soft Loop, duo de VJ’s constituído por Winko Loon e X.

O conceito é bastante simples. Cada um dos artistas tem a liberdade criativa necessária para criar a sua própria música individualmente, juntando-se depois para criar o que serão os futuros concertos de Puget Sound. Devido às semelhanças existentes entre os três projectos a tarefa adivinha-se fácil. Qualquer um dos artistas colocar-se-á na designação de música electrónica, com uma onda muito lounge e indie, sonoridades tão bem recebidas naqueles momentos necessários de relaxamento e descontracção.

O cd, além de nos oferecer três faixas de cada um dos músicos pertencentes ao colectivo, traz ainda um bónus multimédia, o vídeo intitulado “You (I can’t afford)” que nos dá uma boa ideia de como funcionam ao vivo. Segundo a carta de apresentação do projecto, estas actuações traduzem-se por “ruídos do quotidiano, imagens microscópicas e palavras introspectivas, que dão vida a um ambiente intimista e carregado de simplicidade”. Ou seja, recria-se em palco a sensação obtida ao ouvir-se o cd em qualquer sistema de som pessoal.

A receita não é original, mas resulta na perfeição. Quanto às diferenças entre si, a maior será talvez a presença de mais guitarras e letras nas músicas de “The Boy With the Broken Leg” que, não deixando de embarcar nos géneros atrás referidos, angaria novos ouvintes ao projecto, uma vez que há sempre quem não esteja habituado a ouvir apenas sonoridades electrónicas com a (quase) total ausência de voz.

O projecto é ambicioso. Não só pela questão de funcionar apenas em concerto com a fusão dos três projectos, mas também porque não se importa de disponibilizar em www.essaycollective.org quase todas as faixas para possível download. Tentador, claro. Mas o cd completo está disponível com capinha toda bonitinha por apenas dez euros, deixando a hipótese apenas para aqueles que gostam de experimentar antes de comprar ou para os que não se preocupam com a sobrevivência destes pequenos projectos.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This