Teatro Rápido Novembro 2013

Teatro Rápido | Novembro 2013

Puro Terror é o tema de Novembro, no Teatro Rápido (TR). Mas o terror não nos é apresentado de uma forma pura, mas sim através de quatro propostas muito diferentes. Respire fundo e siga-nos até à Rua Serpa Pinto, 14.  

Sala 1 – A Morta +info

Hugo Sequeira é o responsável por este projecto inspirado em textos de Guy de Maupassant. O actor está “em palco”, em registo de monólogo, onde o desafio é narrar uma história e, ao mesmo tempo, interpretá-la.

O ambiente é sinistro e a solução encontrada para a cenografia é de uma simplicidade arrepiante. A interpretação de Hugo Sequeira vence e convence; é caso para dizer que a mortA lhe fica muito bem.

Horário das sessões: 18h00 | 18h30 | 19h00 | 19h30 | 20h00
quinta a segunda | M/12 | 3€
Texto: Guy de Maupassant
Encenação e Interpretação: Hugo Sequeira

 

Sala 2 –  Memórias de um psicopata +info

Bruno Schiappa adaptou um texto maior para o conceito de microteatro e o resultado é perturbador. O actor – que assume a encenação e a autoria do texto – assume o corpo (e a alma) de um homem que, um dia, já terá sido uma pessoa normal, já terá seguido as normas. Mas um dia, esse homem – que é ele também um actor – vê-se tomado pela personagem que criou. Confuso? Respire fundo e descubra quem está para lá da porta da sala 2.

Horário das sessões: 18h05 | 18h35 | 19h05 | 19h35 | 20h05
quinta a segunda | M/12 | 3€
Autoria, Encenação e Interpretação: Bruno Schiappa
Design Gráfico: Fabiana Costa

 

Sala 3  – Reunião da sala 3 +info

O que estás disposto a fazer para salvaguardar o teu lugar na empresa? «Tu ganhas mais, todos ganhamos mais», repete a directora, numa reunião que tem tanto de real como de perturbante. Afinal, se há algo que nos aterroriza, nos dias que correm, é o final do mês. É a possibilidade de perder o emprego.

Este espectáculo foi especialmente concebido para o TR, por Ana Bento, Gabriel Vicente, Henrique Calado, Marc Xavier e Rita Delgado. Surpreendeu-nos pela positiva: pelo texto, pelas interpretações e pela cenografia. Do que está à espera? A reunião está prestes a começar.

Horário das sessões: 18h15 | 18h45 | 19h15 | 19h45 | 20h15
quinta a segunda | M/16 | 3€
Criação: Ana Bento, Gabriel Vicente, Henrique Calado, Marc Xavier, Rita Delgado
Interpretação: Ana Bento, Gabriel Vicente, Henrique Calado, Rita Delgado

 

Sala 4 – A Carta

E se de repente um desconhecido (o carteiro, pronto!) lhe oferecesse uma carta das Finanças? É este o mote para a peça presente na sala 3 e que conta com a interpretação de Peter Michael e Alexandra Rocha. Hugo Barreiros volta ao TR, assumindo o texto e a encenação.

A cenografia é cuidada e nada tem de aterrorizador: o (puro) terror desta sala passa pelas aventuras de um buraco de meia, pelas superstições vividas pelo casal… pela carta cujo conteúdo se desconhece e o funeral de uma familiar que poderá encerrar um sinal de esperança.

Horário das sessões: 18h20 | 18h50 | 19h20 | 19h50 | 20h25
quinta a segunda | M/12 | 3€
Texto e Encenação: Hugo Barreiros
Interpretação: Alexandra Rocha e Peter Michael
Comunicação: PCarvalho Comunicação
Design de Cartaz e Fotografia: Sérgio Dinis

 

Da programação do TR para este mês de Novembro faz parte o teatro para a infância, A Tia Miséria em cena na sala 4, aos sábados e domingos (15h00 | 15h30 | 16h00 –  M/4 | 3€), com criação e interpretação de  Tânia Orchid e Rafa Santos.

O Café Improv  está de volta a 8 e 29 de Novembro, assim como o PF Short Fest (dias 14 e 28), que conhece a sua segunda edição.

Porque nem só de cultura vive o Homem, o TR Bar  disponibiliza cozido à portuguesa, ao almoço, às sextas e domingos.



Também poderás gostar


There are no comments

Add yours

Pin It on Pinterest

Share This