rdb_alkantarapecautil_header

Uma Peça Útil – alkantara festival

“Que penso de alguém quando o vejo pela primeira vez?"

O Alkantara Festival traz mais uma vez a Portugal o dramaturgo e encenador argentino Gerardo Naumann, desta vez com o espectáculo “Uma Peça Útil”, em cena no ginásio da Junta de Freguesia de Santos-o-Velho até 25 de Maio.

Gerardo Naumann quer realizar um filme. Uma longa-metragem. Durante algum tempo, procurou, sem sucesso, uma história para esse filme, até que, um dia, foi a história – tal como acontece com todas as boas histórias – que o encontrou: um diário escrito por uma mulher uruguaia, Karina.

“Uma Peça Útil” é-nos apresentada como a primeira aproximação do autor a esse filme que sonha realizar. Em palco estão dois actores, o próprio Naumann e o seu assistente. O diário de Karina é lido em voz alta. Os actores vão experimentando futuras cenas do filme. O assistente filma. Os planos são visíveis num televisor diante do público.

No entanto, Naumann e a sua equipa não se encontram sozinhos em cena, a eles juntam-se 25 figurantes escolhidos pela organização do festival. Apresentam-nos os seus documentos de identificação e é-lhes atribuída uma figura-tipo: professor, empregada de mesa, estudante…È aqui, entre a presença destas pessoas comuns, muitas talvez vindas da freguesia de Santos-o-Velho (não foi por acaso que Naumman decidiu apresentar esta peça numa junta de freguesia) e as encenações do autor em torno de Karina que “Uma Peça Útil” se desvenda enquanto reflexão sobre a identidade. A identidade no sentido performativo, com os actores flutuando entre a representação das cenas e de si próprios. A identidade no sentido social, com a menção das figuras-tipo. A identidade no sentido íntimo, no diário de Karina.

O confronto de todas essas identidades, aqui, distintas, mas que se conjugam em cada indivíduo, questiona a possibilidade de julgamento/conhecimento do outro e, um pouco mais além, nas dúvidas de Naumann, a própria possibilidade da narração/interpretação: E se fizer o filme mas sem actores? Só Karina e eu visitando os lugares que ela descreve no diário?



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This