Record Store Day 2013

Record Store Day 2013

O Dia da Música Independente é já amanhã

O Record Store Day, qualquer coisa como o dia das lojas de discos independentes se o dissermos na língua de Pessoa, foi criado em 2007 por um grupo independente de donos de lojas de discos, como forma de celebrar e espalhar a palavra sobre a cultura única que se poderia descobrir nas cerca de 700 lojas independentes nos Estados Unidos e, paralelamente, nos muitos milhares espalhadas por todo o globo.

Trata-se do dia, correspondente ao terceiro sábado do mês de Abril, em que as lojas independentes de todo o mundo, de mão – ou braço, para os menos afectuosos – dada com os artistas, celebram essa bela arte que é a música. Há concertos, lançamentos especiais, descontos à larga e produtos que desaparecem em três tempos, tudo pensado para a ocasião.

Este ano, em que Jack White foi escolhido como embaixador do evento – nota de rodapé deslocada: “Elephant”, dos White Stripes, será relançado em vinil numa edição comemorativa dos dez anos, com vinil vermelho de um lado e preto do outro! -, será a maior de todas as edições até à data. No Reino Unido, por exemplo, se há seis anos as lojas que aderiram à causa não chegavam aos dedos de uma mão, este ano serão já mais de duzentas.

Chegarão às prateleiras das lojas de música independentes mais de 450 edições limitadas. Só para terem uma ideia da magnitude da coisa, aqui ficam cinco das preciosidades que estarão debaixo do olhar de coleccionadores e melómanos inveterados, exclusivamente vendidas neste dia:

“Music in 20/20” – Boxset: Edição da Astralwerks, editora nova-iorquina responsável pelo lançamento de alguns dos mais influentes discos da cena electrónica. Esta caixinha vai incluir, por exemplo, vinis de Kraftwerk, Hot Chip ou Air.

David Bowie – “”The Stars (Are Out Tonight)/”Where Are We Now?” – 7”” (cópias disponíveis: 5000): Lançamento do 7””, de face dupla, que incluirá os temas “The Stars (Are Out Tonight)” e “Where Are We Now?”, ambos da nova rodela editada este ano. Mas não é tudo. Será reeditado um EP seu de 1965, em vinil, e um picture disc de “Drive-In Saturday”.

Elliott Smith – “Either/Or Alternate Cuts” – 7”” (cópias disponíveis: 3500): “Either/Or”, disco de 1997 que precedeu uma viagem infernal ao mundo do álcool e outras drogas mais maléficas, será reeditado em vinil oferecendo quatro versões alternativas de alguns dos temas.

MGMT – “Alien Days”cassete (cópias disponíveis 2000): Correm rumores de que “Alien Days” fará parte do futuro disco dos MGMT, a ser lançado em Junho próximo. O tema que o duo tem usado e abusado nos últimos concertos terá uma edição em cassete. Quem não tiver o aparelho não se preocupe, lá dentro haverá um cupão com um link para o download digital.

Pulp – “After You” – 7“” (cópias disponíveis: 1600): Em Dezembro do ano passado, os Pulp regravaram uma versão de “After You”, dos tempos em que andavam a frequentar a “Disco 2000”. Se dessa vez a produção esteve a cargo de James Murphy (LCD Soundsystem), agora são os senhores Soulwax que se chegam à frente com uma versão dub e um remix de bater o pé.

Por cá, o Record Store Day está longe do impacto gerado em terras de Sua Majestade ou do Tio Sam mas, ainda assim, há algumas lojas que aderiram à causa, como a Carbono (Lisboa), a Flur (Lisboa) a Louie Louie (Lisboa, Porto e Braga) ou a Jo-Jo`s/CDGO.com (Porto). Para conhecerem a lista completa das lojas portuguesas aderentes e prepararem um plano de ataque sigam por aqui.

Celebremos então a força e a diversidade das lojas de música independentes, bem como o formato físico das edições. É certo que Mp3’s e MP4’s são bonitos de se ter e levar no bolso para qualquer lado, mas nada como ter uma rodela nas mãos e, de preferência, a tocar no prato ou leitor lá de casa.



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This