rdb_wrathedarcane_header

Wrath Arcane

Uma linha de homem directamente de Cleveland, totalmente made in USA.

Desta vez fomos ao estado de Ohio, EUA, mais precisamente a Cleveland, descobrir uma marca que, em apenas 4 anos, se transformou de uma pequena colecção para uma boutique da cidade em uma designer label de homem de nível internacional. Apresentando desfiles apenas na semana de moda de St. Louis, Warth Arcane, consegue passar a mensagem, mais uma vez, de que com boas ideias se consegue investir mais nas roupas e menos no marketing e chegar às pessoas de qualquer forma, porque os produtos são fortes. Os protagonistas desta aventura são Brian O’Neill e Sean Bilovecky, com quem falámos este mês.

“A manufactura nos Estados Unidos tem estado em declínio nos últimos 60 anos, a nossa cidade, Cleveland, teria sido a segunda maior na produção de roupa depois de NY, e nós gostariamos de fazer parte de um movimento maior para mudar isso…” diz Sean. O estúdio e atelier está sediado em downtown Clevelend e está rodeado por armazéns e fábricas desactivadas, um cenário ao mesmo tempo desolador mas inspirador, uma cidade que não chegou ainda aos limites de Detroit mas que tem a mesma economia em baixa e poucas expectativas no geral. É daí que sai a colecção de homem, low profile, hard e séria que já ultrapassou fronteiras.

“Penso que é uma piada terrível vender aquilo a que se chama ‘herança americana’ nos Estados Unidos ou em qualquer outro lugar, quando no fim, é tudo feito noutros países. É como comprares a tua identidade a quem ta roubou. Não faz sentido!” diz Sean, que trabalha com mais 3 pessoas full-time no atelier e estando junto às máquinas e fazendo o melhor todos os dias para fazer crescer a marca, que no próximo Inverno 2011 terá uma linha de senhora chamada Proof.

Outra das características da marca será esconder a cara dos manequins nos desfiles e nas fotos dos lookbooks porque, na opinião de Sean as roupas têm de se vender sozinhas. Afinal trata-se de peças com grande influência do street wear e que devem servir para construirmos o nosso estilo a partir do nosso estilo. Wrath Arcane é bastante anti-fashion, pelo que pudemos avaliar da nossa conversa. “Foi para sermos o oposto do que está a acontecer na indústria da moda que começamos Wrath Arcane, para ter mais transparência, realidade e honestidade no negócio das roupas.”

Para esta primavera não desvendam muito ainda do que é a colecção e ainda teremos de esperar para o próximo mês por um lookbook, pelo que pensamos que trabalham bem em cima da estação, tal como nos velhos tempos. Mas ficámos a saber que usaram “um monte de contrastes em relação aos tecidos usados, tentando brincar com a ideia daquilo que é o papel de um tecido no nosso quotididano. Continuamos a empurrar as malhas para a frente da colecção como peças-chave. E como fazemos os nossos padrões temos muita liberdade. Muita liberdade também na manipulação da silhueta.”

Sean, que gosta de hard rock e de bons álbuns que contem histórias não tem probelmas em assumir que neste momento pensa na marca Wrath Arcane vinte e quatro horas por dia. “Se estiver muito bêbado é que consigo bloquear esse sentimento.”



Também poderás gostar


Pin It on Pinterest

Share This